Sou casado a 03 anos, há três meses atrás, comecei a perceber que minha esposa andava meio sem vontade de transar. Para animá-la mais, começamos a assistir filmes pornográficos antes de ir para cama. Um dia alugamos um filme onde o tema era o marido ver a esposa sendo fodida por outros homens. Quando fomos transar ela me falou: – Você já se imaginou vendo eu ser comida por outro homem? Eu respondi que durante o filme estava imaginando justamente isso. Foi aí que surgiu o desejo de realizarmos essa idéia. Somos um casal bonito, ela é branca, 26 anos, 1,73m, 59 kg, cabelos negros, sou branco, 29 anos, 1,75m, 72 kg, cabelos castanhos, portanto, não era difícil encontramos pretendentes, porém, fomos exigentes na escolha. Queríamos que fosse um homem de boa aparência, musculoso e bem dotado e principalmente desconhecido. Começamos então a procurar esse sujeito. Um dia, fomos a praia e vimos um homem que chamou a atenção. Ele era mais alto que eu, com certeza fazia musculação e através de sua sunga, dava para imaginar o tamanho do bruto. Ela manifestou o interesse por ele, então, colocamos nossas esteiras próximo a ele. Minha esposa é muito gostosa, tem uma bunda que levanta até defunto. Ela, muito safada, deitou-se com aquilo tudo virado para ele. Logo percebi que ele não tirava os olhos do rabo dela. De vez em quando ela se virava, e fazendo de conta que eu não soubesse de nada, dava uns sorrisos meio tímidos à ele. Quando percebi que ele já estava interessado no assunto, disse a minha esposa em voz relativamente alta para que ele pudesse ouvir , que eu iria ao apartamento tomar um banho. Deixei ela sozinha para que um dos dois tomasse a iniciativa da aproximação. Fiquei de longe observando, aí vi minha esposa tentando passar o bronzeador nas próprias costas (essa nunca falha), então o garanhão se ofereceu na execução da tarefa. Ela mui gentilmente aceitou a oferta. Deixei-os a sós durante uns 40 minutos, quando me aproximei, ele tentou disfarçar, porém eu disse a ele que poderia ficar ao nosso lado para trocarmos umas idéias. Depois de alguns papos furados, o convidamos para ir ao nosso apartamento para brincarmos de vídeo game Nintendo 64. Ele se fez meio de desinteressado, mas acabou aceitando. Quando chegamos ao apartamento ela foi tomar um banho. Fiquei com ele na sala ensinando a jogar Mário 64. Quando ela saiu do chuveiro, disse a ele para também refrescar o corpo suado da praia. Enquanto isso minha esposa colocou um shortinho super agarrado, onde entrava tudo naquela baita buceta, ficava tudo marcado, entrando nos regos. Assim que ele saiu do chuveiro, eu entrei, demorei uns 10 minutos. Com certeza os dois já haviam se esfregado, porém, tudo parecia normal quando saí. Minha esposa não conseguia controlar direito o joystick, então para entrar logo no assunto, disse a ela para treinar no minha rola um pouquinho. Tirei para fora e ela começou a brincar comigo. Ele fez de conta que não via nada, então falei a minha esposa para treinar no joystick dele. Imediatamente ela me obedeceu, tirou a sunga dele e começou a acariciar aquela rola enorme. Caramba, a minha parecia de neném perto daquilo, e olha que eu tenho uns 18 cm. Além de grande era grossa, parecia ator de filme pornô. Ela começou a chupar com tanto gosto, mal cabia em sua boca, tinha uma cabeça enorme. Puxa que tesão que eu estava ao vê-la com um membro daquele na boca. Pedi a ela para que chupasse até gozar, eu queria vê-la sendo toda melecada com o gozo dele. Ela novamente me obedeceu, chupou tanto que o coitadinho gozou na carinha dela, ela ficou toda molhada. Então eu pedi para que ele à fodesse. Como quem dava as ordens era eu, fui atendido. Nossa a coitadinha gemia tanto com aquele membro esfolando a bucetinha dela, mas, ainda pedia para ele socar mais forte. Como ela é safada. Não satisfeito, ainda coloquei meu pau na boquinha dela para que chupasse enquanto era arregaçada. Foi tanto tesão que sentimos na nossa experiência que agora estamos desejando algum homem bem dotado e que tenha uns dois amiguinhos dispostos a participar da festa, se tiver algum leitor que atenda aos requisitos, mande-nos um e-mail: lucinfo@caixapostal.com.br. É imprescindível atender nossas exigências de padrões, pois não desejamos quantidade, mas qualidade. Portanto, só responderemos mensagens com fotos de corpo inteiro e descrição da capacidade volumétrica do passarinho. Ficamos no aguardo de nossos leitores, se vc tiver uma parceira para participar da brincadeira, será muito bem vinda, afinal, também quero foder uma bucetinha diferente de vez em quando. Um abraço a todos.